menu ondecomprar visitas dicas fotos links receitas contato inicial

Bem Viver

Na ideologia dominante, todo mundo quer viver melhor e desfrutar de uma melhor qualidade de vida. Comumente associa esta qualidade de vida ao Produto Interno Bruto (PIB) de cada pais. O PIB representa todas as riquezas materiais que um país produz. Se este é o critério, então os países melhor colocados são os Estados Unidos, seguidos do Japão, Alemanha, Suécia e outros. Este PIB é uma medida inventada pelo capitalismo para estimular a produção crescente de bens materiais a serem consumidos.

Nos √ļltimos anos, dado o crescimento da pobreza e da urbaniza√ß√£o favelizada do mundo e at√© por um senso de dec√™ncia, a ONU introduziu a categoria IDH, o "√ćndice de Desenvolvimento Humano". Nele se elencam valores intang√≠veis como sa√ļde, educa√ß√£o, igualdade social, cuidado para com a natureza, equidade de g√™nero e outros. Enriqueceu o sentido de "qualidade de vida" que era entendido de forma muito materialista: goza de boa qualidade de vida quem mais e melhor consome.

Consoante o IDH a pequena Cuba apresenta-se melhor situada que os EUA, embora com um PIB comparativamente ínfimo.

Acima de todos os pa√≠ses est√° o But√£o, espremido entre a China e √ćndia aos p√©s do Himalaia, muito pobre materialmente mas que estatuiu oficialmente o "√ćndice de Felicidade Interna Bruta". Este n√£o √© medido por crit√©rios quantitativos mas qualitativos, como boa governan√ßa das autoridades, eq√ľitativa distribui√ß√£o dos excedentes da agricultura de subsist√™ncia, da extra√ß√£o vegetal e da venda de energia para a √ćndia, boa sa√ļde e educa√ß√£o e especialmente bom n√≠vel de coopera√ß√£o de todos para garantir a paz social.

Nas tradi√ß√Ķes ind√≠genas de Abya Yala, nome para o nosso Continente indioamericano ao inv√©s de "viver melhor" se fala em "bem viver". Esta categoria entrou nas constitui√ß√Ķes da Bol√≠via e do Equador como o objetivo social a ser perseguido pelo Estado e por toda a sociedade.

O "viver melhor" sup√Ķe uma √©tica do progresso ilimitado e nos incita a uma competi√ß√£o com os outros para criar mais e mais condi√ß√Ķes para "viver melhor". Entretanto para que alguns pudessem "viver melhor" milh√Ķes e milh√Ķes t√™m e tiveram que "viver mal". √Č a contradi√ß√£o capitalista.

Contrariamente, o "bem viver" visa a uma √©tica da sufici√™ncia para toda a comunidade e n√£o apenas para o indiv√≠duo. O "bem viver" sup√Ķe uma vis√£o hol√≠stica e integradora do ser humano inserido na grande comunidade terrenal que inclui al√©m do ser humano, o ar, a √°gua, os solos, as montanhas, as √°rvores e os animais; √© estar em profunda comunh√£o com a Pacha Mama (Terra), com as energias do universo e com Deus.

A preocupação central não é acumular. De mais a mais, a Mãe Terra nos fornece tudo que precisamos. Nosso trabalho supre o que ela não nos pode dar ou a ajudamos a produzir o suficiente e decente para todos, também para os animais e as plantas. "Bem viver" é estar em permanente harmonia com o todo, celebrando os ritos sagrados que continuamente renovam a conexão cósmica e com Deus.

O "bem viver" nos convida a não consumir mais do que o ecossistema pode suportar, a evitar a produção de resíduos que não podemos absorver com segurança e nos incita a reutilizar e reciclar tudo o que tivermos usado. Será um consumo reciclável e frugal. Então não haverá escassez.

Nesta época de busca de novos caminhos para a humanidade a idéia do "bem viver" tem muito a nos ensinar.




Leonardo Boff  (Teólogo, filósofo e escritor)

Voltar para Dicas
2016 | Todos os direitos reservados by br3 Comunicação